Saber prático sobre espasticidade

Criado: Domingo, 02 Março 2014 Escrito por Ronaldo Correia Junior

Nas faculdades de fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional não ensinam que cafeína aumenta a espasticidade, enquanto álcool e sexo a diminuem. Beber moderadamente melhora a coordenação motora de quem é espástico, mas faze-lo muito piora, principalmente se a pessoa também tiver ataxia e/ou atetóide. O efeito benéfico do sexo se dá após o ato – antes e durante este, a espasticidade se intensifica, como acontece com qualquer tipo de excitação. E deve-se tomar cuidado com café, coca cola e outras bebidas que tenham cafeína.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2sdefault