Grude

Criado: Sábado, 25 Julho 2020 Escrito por Ronaldo Correia Junior

Na manhã de terça, enquanto Silvia trabalhando Clara demandou aquela, fiquei a chamando para brincar, demorou 30 a 40 minutos para me atender mas, quando o fez, grudou em mim, o que provocou situações engraçadas. No almoço, após Silvia me dá a salada Clara ficou falando algo como “não dê mais comida ao papai (para ele voltar a brincar comigo)”; na hora do lanche, quando eu já estava de pé segurado por Silvia, Clara fez me abaixar para retomar a brincadeira; essas situações se repetiram nos dias seguintes, para minha alegria embora às vezes fossem inconvenientes quando precisava fazer outra coisa – nessas brincadeiras, só consigo escutar algum vídeo com um fone de ouvido. Em parte, Clara brinca mais comigo porque as irmãs pouco se interessam em fazê-lo, inclusive porque ela contínua imperativa demais com estas sem que eu consiga encontrar um jeito de intervir nesse problema. Acho notável como Clara consegue contornar com imaginação minha dificuldade de interagir causada pela paralisia cerebral.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2sdefault