Escravo de Galé

Criado: Terça, 20 Dezembro 2016 Escrito por Ronaldo Correia Junior

Ao embalar Clara no carrinho em vários horários no dia, faço com o braço esquerdo, centenas de vezes, um movimento semelhante ao de um remador, frequentemente sem poder parar sob pena de ela não dormir ou acordar, mesmo quando estou morrendo de sede ou precisando ir ao banheiro com urgência, e já noto diferença de musculatura entre os dois braços – no direito, a coordenação motora não é suficiente para a tarefa. Por isso, hoje me senti um escravo de galé manetawink

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2sdefault