Sexualidade Rejeitada

Criado: Sábado, 28 Outubro 2017 Escrito por Ronaldo Correia Junior

Sempre fui afirmativo quanto à minha sexualidade, lutei para ter uma vida sexual por mais que causasse atritos e brigas com minha mãe e incomodasse a família, mas em 1998 entrei na onda dos meus pais de que era melhor suprimi-la, por vários motivos. À época, era uma amiga homossexual – que também era amiga da família apesar do conservadorismo dos dois – que me levava a prostibulos, esta foi morar com uma mulher, deixou de me prestar esse favor e fiquei sem sexo por muito tempo. Como consequência, quando ejaculava involuntariamente à noite meu semem saia com sangue e logo pensei em câncer da próstata, até o urologista que consultei dizer que a causa era escamação da vesícula seminal por acúmulo de líquido. Estava apaixonado por uma mulher, que até me correspondeu mas era incapaz de ter um relacionamento com um homem com deficiência e nada houve entre nós, o que foi muito doloroso. E precisar de prostitutas pode fazer mal à autoestima de um homem.

Por tudo isso, pensei que era melhor não ter sexualidade – como se fosse possível! – e não ligar mais para o sexo. Então, quando ia começando uma ejaculação involuntária noturna tinha uma contração muscular que impedia a saída do semem e que ia até panturrilha da perna. Voltei ao urologista e ele não soube explicar o que acontecia – só após o problema ser resolvido é que concluí que era um mecanismo psicológico para negar a necessidade de sexo.

Ironicamente, quem resolveu o problema foi minha mãe. Fiquei esperando uma oportunidade de expor a situação para a amiga citada, pessoalmente ou por carta. Ela havia me apresentado um conhecido que tinha uma paralisia cerebral leve, que nos convidou para seu casamento religioso. Nessa cerimônia, não vi oportunidade alguma de abordar o assunto e deixei para fazê-lo por carta. Essa amiga nos deu uma carona para casa, estava com uma menina de uns 12 anos de sua família e minha mãe – que às vezes ignora totalmente as normas sociais e fala as coisas mais inconvenientes de modo cru – simplesmente pediu com todas as letras que ela me levasse para transar, a assustando tanto que ela quase perdeu o controle do carro e me fazendo passar uma das maiores vergonhas da minha vida! Fui ao prostibulo temendo muito ter aquela contração na hora H, mas não foi o que ocorreu.

Tive o insight de digitar este post há três dias, mas relutei em fazê-lo pelo avanço do obscurantismo e do (falso) moralismo no Brasil. Acabei decidindo publicá-lo porque não me exporia mais do que noutros textos do blog, para me opor a esse movimento, embora de forma modesta, e para ajudar outras pessoas com PC a lidar com sua sexualidade, algo quase sempre difícil. De qualquer modo, se não teimasse, insistisse em exercer minha sexualidade, contra alguns aspectos da moral tradicional, não teria me casado e gerado uma filha.

Comentários   

0 #1 Laerte 28-10-2017 18:39
Ronaldo, quando saia para passear com meu irmão em seu carrinho, as pessoas olhavam, tinham medo, sei lá eu, de se aproximar ou perguntar qualquer coisa, e eu, adolescente, ficava igualmente sem graça. Mas nunca deixei de sair com ele por isso, e sempre que podia, aproveitava a oportunidade para dizer às pessoas qual era o problema dele. O medo e o preconceito brotam da ignorância. E também, que soubessem para que outras crianças não tivessem a mesma sorte dele. Ele contraiu PC por causa de um acidente de parto.
Citar
0 #2 Mônica 29-10-2017 20:34
Ronaldo, sou cadeirante, mas não era assim foi só depois de um AVC, que fiquei na cadeira de rodas as pessoas até hoje me olham com pena e oferecem ajuda para tocar a minha cadeira de rodas. Sempre fui muito exigente com essa questão de sexo, só se estivesse realmente apaixonada o que NUNCA aconteceu. Sou uma cadeirante virgem ou uma virgem cadeirante, e daí?! Isso não me torna nem melhor e nem pior do que ninguém, só reforça o que eu penso: as pessoas são diferentes umas das outras, graças à DEUS!
Citar
0 #3 Divino Leitão 30-10-2017 09:48
A sexualidade já é algo muito complexo para adolescentes e mesmo homens em formação ditos "normais" fico pensando o perrengue que o amigo passou por conta disso, mas hoje está claro que seu destino não era sofrer pela eternidade, encontrou uma mulher única e especial, capaz de enxergar além das aparências e ver o ser humano e também o homem que há em você. Parabéns por não ter desistido, as vitórias só acontecem quando não desistimos de nossos objetivos. Realmente nossa sociedade é muito hipócrita, ficam discutindo questões que poderiam ser facilmente resolvidas e quando o assunto é algo que realmente incomoda quem não tem condições de compreender, preferem fingir que não existe.
Citar
0 #4 Ronaldo Correia Junior 30-10-2017 15:44
Citando Divino Leitão:
A sexualidade já é algo muito complexo para adolescentes e mesmo homens em formação ditos "normais" fico pensando o perrengue que o amigo passou por conta disso, mas hoje está claro que seu destino não era sofrer pela eternidade, encontrou uma mulher única e especial, capaz de enxergar além das aparências e ver o ser humano e também o homem que há em você.


Em geral, a gente se apaixona por alguém devido a um conjunto de características físicas e psicológicas, e o amor de Sílvia por mim não é diferente, como descrevi nestes posts:

http://cerebropensante.com.br/index.php/182-corpo
http://cerebropensante.com.br/index.php/134-blz
http://cerebropensante.com.br/index.php/55-oqueelaviu

As aparências também importaram para Silvia.
Citar
0 #5 Laerte J SIlva 30-10-2017 16:41
Concordo com Divino e Mõnica. Mesmo sendo "normal", acho que sexualidade e relalcionamentos não são fáceis para ninguém. Só cada um sabe os dramas que vive, muitas vezes não ditos, e no final, somos todos protagonistas de nosso dramas.
Citar
0 #6 ROSINHA SOUZA 28-11-2017 00:17
conheco uma historia como essa e fico feliz em saber que voce encontra pessoas no seu caminho que ajuda a voce superar seus limites todos os dias e usa isso para ajudar outros a buscarem a superacao dos seus proprios limites ! Pois e isso estamos na vida pra somar e sermos melhor todos os dias! Continue firme em suas buscas e Parabens pela familia linda que construiu com seu amor e autosuperacao!
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2sdefault