Massagem

Criado: Segunda, 08 Maio 2017 Escrito por Ronaldo Correia Junior

Antes de nos casarmos, Silvia fazia dança indiana – uma das coisas que me encantaram nela – e academia de ginástica, as quais que tentou manter, mas não conseguiu. Por falta de atividades físicas e passar muito tempo com Clara – que já tem mais de 8kg – nos braços, Silvia começou a ter dores nas costas e pescoço, meses atrás fez um pacote de dez sessões com uma massagista, não conseguiu tempo para fazê-las e eu vinha dizendo para ela marcar uma sessão num dia em que suas filhas estivessem com o pai, já que aí poderia cuidar de Clara – foi o que aconteceu no último sábado.

Quando Clara engatinha pelo apartamento, às vezes consigo evitar que se meta em situações perigosas, mas na maioria das ocasiões acabo precisando da ajuda de outra pessoa. Neste sábado, tentamos que Clara ficasse no antigo berço, que está improvisado como cercadinho, ou dormindo no carrinho, sem êxito. Silvia teve de deixa-la solta no E. V. A, fechou as portas, exceto a do quarto de Clara, onde tem uma caixa de brinquedos que esta gosta, e se trancou no nosso quarto para receber a massagem. Clara foi para lá seguida por mim, ao voltar para o E. V. A me deitei no único lado deste pelo qual poderia sair, brincou por 30 ou 40 minutos até que se deitou na minha coxa e dormiu. Pensei que teria de chamar Silvia ao menos uma vez nos 60 minutos da massagem, mas a sessão durou uns 90 e me virei sozinho.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2sdefault